Globo proíbe jeans rasgado, manga bufante, cabelão e unha preta

A Globo editou na semana passada uma nova norma colocando limites na flexibilização no visual dos jornalistas adotada nos últimos anos. Diante de alguns excessos, a emissora deixou claro que o repórter e o apresentador que aparecem no vídeo não devem brilhar mais do que a notícia. Assim, não devem usar cabelos muito compridos, camisa xadrez, esmalte preto ou azul e roupas com mangas bufantes. Calça jeans pode, mas só no corte tradicional, sem manchas ou rasgos.

Até o final dos anos 2000, a Globo exigia blazers para mulheres e ternos para homens. Para deixar os jornalistas mais próximos do visual que o telespectador usa, criando identidade, a emissora passou a adotar trajes menos formais. Homens podem usar camisas sociais e polo, dependendo da ocasião. Mas ocorreram exageros, e a nova norma tenta disciplinar o que pode e o que não pode.

Pela norma, apresentadores de afiliadas e repórteres como Ilze Scamparini estão fora do padrão Globo de visual de jornalismo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s